Sabe o que é telemarking?

Telemarketing é o termo que designa a promoção de vendas e serviços por telefone. De certeza que já “sofreu” com isto. Mesmo sem saber como é que conseguiram o seu número de telefone ou telemóvel, já deve ter sido abordado por este meio para comprar ou aderir a determinado serviço. Os operadores de telecomunicações (MEO, NOS e VODAFONE) são um bom exemplo deste tipo de abordagem.

Muita atenção e não se deixe enganar pelas técnicas agressivas e muitas vezes impessoais de quem o que quer é vender e não se preocupa minimamente com o cliente.

Como agente MEO, sou confrontado várias vezes com situações abusivas que depois são muito difíceis ou mesmo impossíveis de resolver…

Vou contar a história mais recente, de uma senhora, reformada, que foi abordada pelo MEO. Esta senhora tinha um telemóvel com um tarifário pré-pago (por carregamento) e que foi convencida a mudar para um tarifário pós-pago, ou seja, por fatura. Segundo o operador, isso só traria vantagens, pois iria ficar a pagar praticamente o mesmo e iria usufruir de mais serviços, como chamadas grátis para todas as redes, internet no telemóvel, etc. A senhora lá concordou com isso e ficou fidelizada por 24 meses.

Segundo a lei, se uma pessoa aderir a algum serviço por telefone, tem 14 dias para cancelar o mesmo sem precisar de dar qualquer justificação. O problema é que, geralmente, as pessoas só se apercebem do erro quando recebem a primeira fatura, passados mais de 30 dias e, a partir daí, não têm outra solução senão continuar com o serviço.

Um outro problema vem com o fim da fidelização. Sem aviso prévio, o cliente vê a fatura agravada e não é pouco (por exemplo, para o tarifário MEO Unlimited S, atualmente o valor é de 14,99€ passado para 26,99€ com o fim da fidelização). Quando acaba a fidelização tem 2 opções: ou negoceia novo contrato com nova fidelização ou cancela o mesmo.

No caso da senhora em questão, depois de nos contactar, foi feita uma carta para a MEO a solicitar o cancelamento do serviço. Indiquei à senhora para ir meter a carta registada com aviso de receção. A cliente continuou a receber faturas que não pagou, convencida que já estava o serviço cancelado. Passado alguns meses recebe uma carta do departamento jurídico a pedir o pagamento das faturas com juros. Quando isto aconteceu, a cliente tornou a contactar-nos e descobriu-se então que ela tinha enviado o pedido de cancelamento em carta registada, mas não tinha pedido o aviso de receção, ou seja, não havia prova que de a MEO tinha recebido a mesma. Contactando diretamente a MEO, claro que eles não quiseram saber destes motivos e a senhora lá teve que pagar as faturas em atraso mais os juros de mora. Finalmente, depois de enviar uma nova carta, desta vez com aviso de receção, lá se conseguiu cancelar o contrato.

O mais caricato é que recentemente, tornaram a ligar à mesma senhora e convenceram-na de novo a aderir a novo tarifário pós-pago.

Desta vez o que resolveu o problema foi uma queixa para a provedoria do cliente PT e explicar a situação. Em 48 horas obtém-se uma resposta e aí são sensíveis às necessidades do cliente. Contactaram a cliente e como viram que ela como reformada não entendeu bem no que se estava a meter, cancelaram o contrato sem nenhuma penalização.

Por isso já sabe… em último recurso, contacte a Provedoria do Cliente!

Mas o melhor é mesmo vir falar connosco… Connosco, tem um atendimento personalizado e toda a informação prestada será de confiança. Venha experimentar…